quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Soneto da Senhora Leão

-



As palavras não vão sair forçadas
Pois as minhas são usufruto do amor
Coisa que conseguida por minha amada
Transformou o coração frio em calor.

Como um mar violento
Encontro desesperadamente à calmaria
E você costurou meu peito aberto, sangrento...
Dando-me de volta a alegria.

Sua vida é baseada em notas musicais
A minha na poesia inerente dos casos irreais
E sei que sua afirmação nunca será perdida.

A névoa da vida esconde-se na noite serena
Invoca meus sonhos mais profundos numa rosa pequena
Sentimentos que fazem de mim gostar mais da vida.




Igor Gonçalves

5 comentários:

  1. Não sou crítico literário, mas creio que o soneto tem potencial ... mas como dizem inumero poetas poesia é trabalho árduo. Portanto, boa sorte.

    Abs,

    ResponderExcluir
  2. Boa sorte no trabalho...
    o amor é uma fonte rica de inspiração, muito mais do que a solidão como muitos devem pensar... :)
    até mais...

    ResponderExcluir
  3. Oi confesso que uiiiiiii, adorei seu blog.

    ResponderExcluir
  4. Perfeito!
    Estou seguindo, amei o blog *-*

    ResponderExcluir

Viver é muito mais do que encontrar conceitos, belas frases. E nesse pequeno discurso cheio de erros de concordância e rimas toscas, tento dizer que o essencial não é visível aos seus olhos